Quando a trombose vira embolia? - Dr. Keller Santos

Quando a trombose vira embolia?

O tromboembolismo venoso ocorre quando o sangue coagula dentro das principais veias do corpo, principalmente nas pernas e coxas, originando a trombose venosa. Esse trombo pode se deslocar para os pulmões, causando a embolia pulmonar.

Essa complicação acontece em até 15% dos casos de trombose venosa profunda proximal, podendo colocar a vida do paciente em risco devido à insuficiência respiratória aguda, que consiste em grande dificuldade para respirar.

Quando ficamos muito tempo sem andar, seja sentados ou deitados, o risco de tromboembolismo venoso se torna elevado. O aumento da coagulação do sangue também é um fator desencadeante.

Um dos sinais que algo não vai bem é a dor na panturrilha, que apesar de não ser muito intensa, pode dificultar o andar. Além disso, o inchaço no pé e na perna também é um indicador.

O diagnóstico do trombo pode ser realizado com o ultrassom com doppler venoso, angiotomografia computadorizada e angioressonância magnética. O tratamento do tromboembolismo é realizado com o uso de meias graduadas de compressão e remédios anticoagulantes, em casos selecionados podemos aspirar os trombos com cateteres específicos (ANGIOJET e /ou INDIGO PENUMBRA).

Já a embolia pulmonar pode ser suspeitada quando há falta de ar, dor para respirar e tosse seca, que acontece sem a presença de infecção respiratória.

O tromboembolismo é potencialmente grave e pode apresentar riscos à saúde. Por isso, é muito importante prevenir o aparecimento da doença!